domingo, 5 de dezembro de 2010

Outono...que tarde linda


Numa tarde de Sol brilhante
Ao passar na praia vi…
O mar estava cintilante
Quando na areia te descobri…

Outono… que tarde linda
Para caminhar na nossa praia…
No areal que não finda
E o olhar se espraia…

O mar calmo estava
Que paz nos transmitia…
E eu que pensava
Que hoje não te veria…

Mas sei como tu és
Não perdias um dia assim…
Para molhares os teus pés
Porque estavas no fim…

As férias terminaram
Vais ter saudades não é? ...
Que curtas elas foram
Na nossa praia da Nazaré…

1 comentário:

Lena disse...

Bonito poema Carlos !
Belo passeio pela essa tão linda praia, que é a nossa Nazaré.
E por essa tarde de outono, quem resisteria a molhar os pézinhos ?
sabendo que no dia seguinte, ira de novo regressar longe da sua terra.
Tudo quanto é bom passa sempre depressa, não é verdade ?

Beijinhos fresquinhos