sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Minha Terra…



Minha Terra…

É azul a tua cor principal
De um brilho transcendente...
É de ouro o teu areal
Sempre resplandecente...
O verde também, não está mal
É mesmo surpreendente…
A beleza do pinhal
Nos campos envolvente…
O castanho é real
No promontório imponente…
O branco cor da cal
Do teu casario proveniente…
A tua luz natural
É de um brilho reluzente…
Tu existes és real
Minha terra eternamente…

4 comentários:

Desnuda disse...

Lindo poema. Linda a sua terra!!! Adorei!

Beijos, amigo!

poetaeusou . . . disse...

*
minha Terra,
Terra nossa !
,
um abraço
companheiro,
,
*

Lena disse...

E posso dizer que não existe Terra mais bonita que esta....
Poema escrito por alguém que tem sua Terra na alma e coração...

Não me enganei quando decidi adopta-la...ela é cativante...e não deixa ninguém insensivel a sua beleza...

Como sabes quem visita Portugal, passa por Fatima e Nazaré; tenho varias colegas que ficaram com boa recoradação da Nazaré...

Um beijo

Cildemer disse...

Ah amigo Farol:)
As cores da Nazaré são as mais belas que existem!
E é preciso lhe ter muito amor para compor tão lindo poema;)

***
Beijinhos e estrelinhas coloridas*******