quinta-feira, 22 de abril de 2010

Sei que tenho razão…



Sei que tenho razão…

O som deste saxo
Faz-me lembranças ter…
Daqueles momentos únicos
Que não consigo descrever…
O tempo vai passando
Sei que tenho razão…
Não te quis fazer sofrer
Defendi teu coração…
Nas minhas memórias recuo
E continuo a pensar
Que foi a melhor solução
Para te continuar a amar…
Tu, a sim não pensas
Parece-te uma desilusão…
Sei que me desejas
Queres manter esta união…

3 comentários:

Desnuda disse...

Tão lindo, amigo!

Um carinhoso beijo.

poetaeusou . . . disse...

*
Carlos,
tenho andado fugido,
belo poema,
,
abraço,
,
*

Lena disse...

Bela musica Carlos!
Acho que nunca podemos dizer "eu sei que tenho razão"...
Como podes ter a certeza disso ?

Esta tudo bém contigo ?

Um beijo